A Relação da Moda com o Exército

Sem categoria, | 15 fevereiro, 2018

Na semana passada, no dia 21, comemorou-se no Brasil a Data Festiva do Exército. Inspirado pela ocasião, o blogpost desta semana da Viés faz uma relação da moda com o exército e mostra como eles se inspiraram ao longo do tempo, criando peças icônicas e o estilo militar.

Essa parceria começa nos anos 30, quando o exército militar americano passou a usar o jeans em seu uniforme. A intenção era uma estratégia de marketing do governo, o tecido era usado por estrelas famosas no cinema da época, principalmente os caubóis, e poderia ascender na população o sentimento nacionalista, gerando apoio popular ao exército dos Estados Unidos. Foi dessa forma que o jeans ficou ainda mais popular em todo o mundo, gerando peças chave que estão nos guarda-roupas de qualquer pessoa.

Nos anos 60 surgiram também outras peças icônicas inspiradas no estilo militar. Na década de 60, Yves Saint Laurent criou os famosos casacos bico de âncora, peça que teve suas estruturas influenciadas nas vestimentas do exército. A partir daí, outras criações foram surgindo, como os óculos de sol aviador Tom Ford e bolsas e malas da Louis Vuitton. Ainda na década de 60 a moda hippie se apropriou de calças de sarja e jaquetas de exército como declarações políticas.

Nos anos 90 essa tendência foi apropriada pelas passarelas e pelo street fashion de forma exponencial. Estrelas do rock usavam calças largas e camufladas, tops com detalhe militar e vestidos jeans com estampa militar. Atualmente, os fashionistas usam de forma recorrente os elementos militares em suas criações, seja em jaquetas jeans verde, texturas monótonas da sombra verde ou cáqui e até mesmo a estampagem camuflada.

Próximo Post